sábado, 15 de setembro de 2007

Saudade Aprisionada



Saudade aprisionada

Saudade aprisionada
neste peito tão cansado...
Setes chaves não te libertam
e te condenam ao passado.

Neste canto onde choras
ninguém sabe...
Ninguém vê...
Não tem preces, nem promessas
que te façam esquecer.

Saudade aprisionada,
nesta cela do meu ser!
As recordações te deram vida eterna
e jamais irás morrer.

Leni Martins

1 Comentários:

Anonymous vivian disse...

Adorei sua última estrofe
"Saudade aprisionada,
nesta cela do meu ser!
As recordações te deram vida eterna
e jamais irás morrer."
O q realment é a saudade?

19 de junho de 2009 19:18  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

Nocopy total

Clique com o botal direito e tecle alguma letra !!

Obs.: Desabilita tecla e mouse.

 


http://www.felipewd.kit.net/